Válvulas de escape para auxiliar nas contas do Timbu

O orçamento mais enxuto do Náutico em 2018 reforça uma necessidade que, nos últimos anos, tem se transformado em frustração. Por mais que a Série C seja a competição mais importante do clube na temporada e o Estadual tenha um valor “afetivo” por conta do jejum de títulos - são 13 anos sem conquistar um troféu local -, a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste podem se tornar válvulas de escape para auxiliar nas contas do Timbu. Cada fase superada traz recursos importantes, tornando mais palpável o sonho de atingir uma austeridade financeira.

"Nosso foco é a Série C, mas nas outras competições, como Copa do Nordeste e Copa do Brasil, até pela questão financeira, vamos tentar avançar o máximo possível", afirmou o técnico Roberto Fernandes. No Regional, o Náutico ainda não está assegurado. Primeiro, é preciso superar o Itabaiana/SE, na fase preliminar do torneio. Caso isso aconteça, o clube receberá R$ 500 mil. Sem falar que o time pode ganhar ainda mais se chegar ao mata-mata, algo inédito para a equipe no atual modelo de disputa. Vale citar que o Sport desistiu de disputar o Nordestão do ano que vem por conta de divergências nos valores das cotas, além do descontentamento com a fórmula de disputa. Além do Alvirrubro, os outros representantes pernambucanos são Santa Cruz e Salgueiro.

Leia também:
Flávio Trevisan será consultor do Náutico
Timbu na busca de zagueiros e centroavantes

A Copa do Brasil é ainda mais importante. Na edição 2018, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai pagar R$ 68,7 milhões, o maior prêmio de todas as competições nacionais e sul-americanas. O valor é quase quatro vezes mais que o Corinthians recebeu com título do Brasileirão 2017 - R$ 18 milhões. O Náutico está bem longe de brigar por um troféu, mas pode faturar bem caso avance na competição. No ano passado, por exemplo, o Timbu deixou de receber R$ 315 mil após a eliminação na primeira fase para o Guarany de Sobral. Os pernambucanos conquistaram a vaga no torneio do ano que vem por conta do ranking da CBF - clube é o 32º colocado. De acordo com novo regulamento da Copa, não haverá gol qualificado em nenhuma das fases.

De acordo com novo regulamento da Copa do Brasil, não haverá gol qualificado em nenhuma das fases. Outra novidade é o prazo maior para inscrição de jogadores pelos clubes. Em 2017, a data final para as regularizações foi dia 24 de abril. No ano que vem, os participantes do torneio poderão inscrever novos atletas até 30 de julho, antes do início das quartas de final.